Blog

Telhado verde. Opção ou obrigação?

Entenda os benefícios da implantação de jardins nas coberturas das edificações e as legislações existentes em várias cidades no mundo e no Brasil.

Por Gabriel Coelho e Márcio Rios

telhado-verde

O telhado verde, também conhecido como green roof, tem como objetivo a contribuição para o conforto térmico nos edifícios, além da redução do efeito ilha de calor nos grandes centros urbanos, melhoria da qualidade do ar e redução do escoamento de águas pluviais. A estrutura do telhado verde é composta por uma camada impermeabilizante, manta anti-raiz, camada filtrantes que podem ser executadas com agregados, como o solo, ou substratos artificiais, e uma camada superior de vegetação.

telhado-verde2

No Brasil, geralmente é empregado vegetação rasteira de gramíneas que conseguem resistir ao clima, e sobrevivem ao período de estiagem. A utilização do telhado verde ainda é escassa no país, mas já existem cidades que tomaram a iniciativa da elaboração de legislação para incentivar o crescimento dessa ação construtiva sustentável. Em Recife, foi sancionada uma lei que determina a obrigação da instalação de telhado verde em novos prédios, com mais de 4 pavimentos e área coberta acima de 400 metros quadrados. A Lei Municipal 18.112/2015 foi sancionada no dia 13 de abril de 2015 e tem como objetivo aumentar as áreas verdes e diminuir os efeitos das ilhas de calor na cidade.

telhado-verde3

Em cidades como Nova Iorque e Tóquio, alguns incentivos são muito bem vistos pela população e pelas incorporadoras. Na cidade americana, 10% dos edifícios já incluem cobertas vegetadas e tem desconto no imposto predial. Apenas no primeiro ano que a legislação foi autorizada, houveram mais de 88 mil metros quadrados de pedidos para licenciamento, os quais resultam em descontos nos impostos de até US$ 100 mil por ano. Já em Tóquio, desde 2009, pelo menos 25% da cobertura de todas as novas construções de 250 a 1000 metros quadrados devem ser vegetadas, de acordo com o bairro em que estão localizadas. Na Cingapura, o Governo concede ajuda de custo de até 50% do valor da instalação de coberturas e fachadas vegetadas. Enquanto que em Copenhagen, qualquer nova edificação com cobertura com declividade menor que 30° deve ser aplicado o telhado verde.

telhado-verde4

Em São Paulo, o Projeto de Lei 115/2009 da vereadora Sandra Tadeu, propõe a obrigatoriedade da instalação de telhados verdes na cidade. No cenário brasileiro, o PL nº 7162/2010 do Deputado Federal Jorge Tadeu Mudalen propõe desconto de 5% no valor do IPTU para habitantes de cidades com mais de 500 mil pessoas que implantarem coberturas verdes em 50% de seus telhados. Com o tema do aquecimento global em pauta, a expectativa é de que cada vez mais cidades brasileiras adotem algum tipo de incentivo ao telhado verde e outras soluções sustentáveis para o cenário urbano.

telhado-verde5

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta